Peixe de Aquário










Equipamentos para Aquário

Aquário



Os aquários de formato retangular são mais indicados por serem menos suscetíveis ás variações de temperatura, melhoram a visualização dos peixes e a superfície tem mais contato com o ar, o que melhora a oxigenação. Ele deve ser bem lavado somente com água antes de ser utilizado.

Escolha um local com tomadas próximas para ligar os equipamentos e longe da luz solar direta, que pode alterar a temperatura da água. É comum nivelar o aquário colocando uma placa de isopor embaixo dele. Tenha certeza de que o móvel aguentará o peso do aquário quando estiver cheio.



Filtros e Oxigenadores



A função do filtro é retirar as toxinas da água causadas pelos dejetos, restos de plantas e comida não ingerida, sem eles a água não se renova e isso é perigoso podendo ser fatal para os peixes. Há três tipos de filtragem: a biológica que utiliza bactérias que degradam as toxinas, a mecânica, que suga as partículas flutuantes na água e a fina que retira as impurezas dissolvidas pelo carvão ativado.

O carvão ativado um material poroso e feito de carbono, retém impurezas e gazes em seus poros, por isso clareia e purifica a água . É obtido da queima da madeira com baixa taxa de oxigênio a 1000 °C.

A escolha do filtro depende do tamanho, tipo de aquário e da quantidade de peixes, alguns aquáristas utilizam mais de um tipo de filtragem num único aquário. O filtro biológico de placas de fundo é um dos mais populares, é uma placa de plástico com uma torre acoplada que fica no fundo do aquário, onde as bactérias se fixam e usam o substrato (cascalho, ou areia) como filtro, a função da torre é fazer a água circular pelo substrato. Para este tipo de filtro é necessário uma bomba ou compressor de ar. O inconveniente desse é que para limpá-lo é preciso desmontar o aquário. Filtros externos não tem necessidades de bombas, pois a queda da água já faz a movimentação.

Todos os filtros de ar promovem oxigenação da água e a eliminação de gás carbônico pela movimentação da água ou pela formação de borbulhas.
As plantas aquáticas também produzem oxigênio através da fotossíntese, mas não se deve deixar a oxigenação do seu aquário por conta delas, pois elas mesmas consomem a maior parte desse oxigênio.



Lâmpadas



A iluminação artificial é importante, pois os peixes se alimentam na claridade, e as plantas precisam de luz para fazer a fotossíntese. As lâmpadas precisam ser específicas para aquário. As mais usadas são as lâmpadas fluorescentes (frias). Elas são instaladas em luminárias ou tampas que ficam acima do aquário.



Substrato e Plantas



Substratos são as pedrinhas ou areia grossa que ao colocadas no fundo do aquário servem para a colonização das bactérias e fixação as plantas. Alguns aquário exigem madeira e pedaços de rocha. Além de decorar, elas servem para abrigar bactérias e enraizar as plantas. Não se deve utilizar qualquer pedra, dê preferência ás próprias para esta finalidade. O substrato deve ser bem lavado apenas com água antes de ser colocado no aquário.

Se desejar ter um aquário plantado (com plantas naturais), deve fazer várias camadas de substratos próprios vendidos em lojas do ramo. O tipo de planta varia de acordo com a espécie de peixe.



Aquecedores, Termostatos e Termômetros



O aquecedor é uma resistência elétrica que aquece a água. Já o termostato é um aquecedor eletrônico, ele liga e desliga, esquentando ou esfriando a água para mantê-la na temperatura programada. O termômetro mede a temperatura da água, e geralmente fica instalado no fundo do aquário.



Redes



As redes servem para pegar os peixes do aquário e levá-los para outro lugar. Os peixes não devem ser pegos com as mãos, pois alem de machucá-los podemos nos ferir com espinhos que algumas espécies têm.