Peixe de Aquário










Peixe de Aquário
Aquarismo

Se você quer montar um aquário e não vê a hora de ter esse pedacinho de natureza em sua casa, é preciso conhecer um pouco sobre esse assunto, que é o hobby de muita gente.

O aquarismo é um hobby relaxante, simplesmente olhar para um aquário já nos transmite tranquilidade. Não é a toa que existem milhares de pessoas apaixonadas por essa modalidade, algumas delas a consideram uma terapia. Pode se ter um aquário de qualquer tamanho e os preços dos equipamentos são acessíveis . Para quem tem uma vida agitada e quer ter um bicho de estimação ou para quem vive em condomínios onde animais são proibidos, o aquário é uma ótima opção, pois, os peixes podem ficar sozinhos por muitas horas e até por dias. Os peixes exigem poucos cuidados se comparados a outros animais de estimação, não precisam ser disciplinados e não incomodam.

Antes de levar um peixe para casa é preciso primeiro saber quais são as características de cada espécie, quais são seus hábitos e em quais condições ele vive.

Aqui você encontra as informações necessárias para se iniciar no aquarismo. Aprenderá sobre os tipos de aquário e sobre os peixes que melhor se adaptam a eles. As peculiaridades das espécies: sua origem, a alimentação ideal, a reprodução e as condições em que vivem. Vai saber mais sobre os equipamentos necessários e como cada um deles funciona. Como é feita a manutenção do aquário, os vários tipos de alimentos para peixes, os meios de reprodução, as doenças e seus protozoários e o que significam os termos e medidas usadas pelos aquaristas.
 
Tipos de Aquário

Os aquários, além de decorativos, chamam a atenção de todos. Existem vários tipos, os mais comuns são os de água doce e quente (também chamados de água doce tropical), os de água doce e fria e os de água salgada.

Aquario

Aquários de água doce tropical


Nos aquários de água doce e tropical a temperatura deve estar em torno de 25 °C mantidos por um termostato. Pra mantê-lo em condições será necessário um filtro, que limpa as impurezas da água, a iluminação, para garantir a fotossíntese das plantas e o ritmo de vida dos peixes e aparelhos para medir o Ph da água. Embora precise desses equipamentos, o custo de manutenção é relativamente baixo. O aquário pode ser de qualquer tamanho e pode se usar água da torneira devidamente tratada com produtos condicionantes. É também o mais indicado para os iniciantes em aquarismo. Existem diversas espécies de peixes ornamentais para esse tipo de aquário. Os que se adaptam melhor são os vindos dos rios de regiões quentes como: a Ásia, América do Sul, África e Austrália.





Aquarios de agua doce fria

Aquários de água doce fria



Para manter um aquário de água doce fria, a temperatura pode variar de 15°C a 22°C, dependendo do peixe. São necessários tantos equipamentos quanto os aquários de água doce e quente, e de um filtro potente. Os aquários de água fria têm que ser maiores, pois suas espécies são robustas e crescem muito em pouco tempo. Devem ter plantas naturais plantadas para oxigenar melhor a água, alguns peixes se alimentam dessas plantas. A maioria dos peixes para este tipo de aquário tem coração avermelhada. Vem de lugares frios: China, Leste da Ásia.






Aquarios de agua salgada

Aquários de água salgada


Os aquários de água salgada são considerados pelos aquariófilos o de mais difícil controle e o mais dispendioso, o aquário precisa de no mínimo 50 litros de água salgada. Precisam dos mesmos equipamentos dos aquários de água doce tropical. Os peixes de água salgada são muito sensíveis as mudanças da qualidade da água, se reproduzem pouco e precisam de mais oxigênio. É recomendado para aquaristas experientes. Suas espécies são muito coloridas têm uma beleza peculiar, são muito extravagantes e têm hábitos reprodutivos curiosos. Muitos deles são valiosos e representam status para quem os cria.

Além dos peixes de água saldada também podem ser criados crustáceos e recifes de corais (reef). Os corais e as rochas são indispensáveis para alguns peixes de água salgada.